quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Um feliz ano novo a todos












Boa noite meninas!

Passando para desejar um 2018 repleto de energias positivas e muitas realizações a todos.

Tive uma perda que me abalou muito neste fim de ano que passou mas, estou retornando aos poucos com as postagens.
Deixo aqui meu carinho para vocês e uma magia cigana que aprendi com uma amiga querida, e serve para atrair prosperidade.
Funciona assim:
Pegue um pouco de canela em pó em suas mãos, e vá em direção á porta da frente de sua casa e assopre para dentro desta.
Ao assoprar mentalize que a prosperidade e todas energias positivas, estão adentrando em sua casa e se estendem a todos que nela moram.
Faça isso no início da primeira lua crescente ou primeira lua cheia de cada mês.
Um optchá com muita alegria e luz  a todos!

Elza Ghetti Zerbatto


Abração com carinho


imagem: https://pt.pngtree.com



segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

O natal e seu significado para os ciganos










Bom dia!
Vamos falar sobre o significado do natal para o povo cigano.
Conforme já foi postado anteriormente, eles costumam seguir a religião dos países por onde passam.
E nesta época para eles comemora-se o natal também no dia 25 de dezembro, com uma ressalva de que a festa é comemorada durante 3 dias, ou seja desde o dia 23 de dezembro.
Até antes do natal propriamente dito, não é permitido comer-se carne bovina, então é comum o preparo de bacalhoada, bolinhos de bacalhau, frutas, verduras, nozes, doces, tudo preparado com muito cuidado e carinho.
É uma festa de valorização e união da família, e tem a simbologia do nascimento de Jesus Cristo, assim como é para nós não ciganos.
Esta data tem como significado uma época de desfazer-se mal entendidos, desavenças  e reafirmar-se relacionamentos.
E é claro como toda festa cigana tem muita alegria, diversão, música e dança!
Aproveitando o ensejo deixo aqui os meus votos de um natal de muita paz, alegria e harmonia a todos, agradecendo em especial as amigas que sempre deixam algum comentário e incentivo.
Gratidão pelo carinho e amizade!
Optchá!

Elza Ghetti Zerbatto


Font de pesquisa: internet


imagem: http://www.recadopop.com

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Principais trabalhos ciganos




















Boa noite!

Vamos falar sobre os principais trabalhos que as diferentes etnias ciganas exercem.

As principais atividades profissionais são:
Comércio, artesanato e entretenimento.

No grupo Cálon, há um subgrupo chamado Calê, de origem da Espanha, Portugal, sul da França, Finlãndia e Catalunha.

As profissões de destaque deste grupo tem ligação com a música, dança e criação e adestramento de cavalos.

No artesanato há o grupo dos caldereiros (Calderash) em romeno, que confeccionam  potes, tachos, panelas e objetos de uso doméstico em alumínio e cobre.

Os Kovatsa (ferreiros) em língua húngara que confeccionam  ferraduras, rodas, panelas, e objetos domésticos em ferro.

Aurari (ourives) em romeno, confeccionam alianças, anéis, em ouro, prata e cobre.

Lingurari- significa colher em romeno, ou que confeccionam colheres talhadas em madeira.

Tsurara - peneira em eslavo, ou que confeccionam peneiras.


Sepecides - em romeno quer dizer cesto, ou que confeccionam cestos de palha, junco e vime.


Balanara ou balajara - em línguas eslavas quer dizer cocho ou que confeccionam vasilhas de madeira para dar comida aos animais.

Bugurdzje - em línguas eslavas significa broca, ou que confeccionam brocas de ferro endurecido para madeira.

Na área de entretenimento destaca-se o Bashavno ou bashmaskro que em Romani quer dizer músico,
seja ele cantando ou tocando algum instrumento.

Lautari- em romeno significa violinista.

Ursari - vem do romeno ursar e significa cigano. Representa o cigano que adestra o urso, e faz apresentações para o público.

Elza Ghetti Zerbatto

Desejando a todos uma semana de muita paz, alegria e harmonia

Abração com carinho

imagem: https://br.freepik.com

fonte de pesquisa: http://www.embaixadacigana.org.br

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

As etnias ciganas





















Bom dia!

As principais etnias ciganas são do grupos Calon, Roma e Sinti

Os primeiros ciganos que chegaram ao Brasil vieram de Portugal no século XVI, mais precisamente no ano de 1574, e foram degredados deste país.
Passaram anteriormente também pela Turquia, Grécia, Espanha e por último Portugal.
Este grupo que permanece até hoje no Brasil, pertence á etnia Calon.
A maior concentração de ciganos no Brasil encontra-se nas regiões Nordeste, Sudeste e Sul, e em menor quantidade nas demais regiões do país.


Grupo Roma

Composto de várias nações (natsias), e com grande influência da cultura dos países europeus, em especial os do lado leste.
As mais populosas são:
Nação calderara, machvaia, lovara, boiash, xoraxane.

Nação calderara - viveram na Servia por bastante tempo e depois foram para outras partes do mundo. Há cerca de 350 mil pessoas desse grupo no Brasil segundo o projeto Joshua.

Machvaia - viveram na Sérvia e Iugoslávia  depois foram para outras partes do mundo.No Brasil estima-se haverem 80 mil integrantes dessa nação.

Lovara - vindos da Hungria. Existem poucas famílias no Brasil.

Boaish - eram escravos na Valáquia e Moldávia até o fim do século XIX, quando houve a abolição.
Existem poucas famílias no Brasil.

Xoxarane - Adotaram a religião Islâmica na Turquia, Bósnia, Herzergovina,  Albânia, Egito, Kosovo, Macedônia, Grécia, Croácia, sul da Rússia, Criméia, e parte do Cáucaso.
Quando a religião islâmica já não era mais dominante, devido a queda do Império Otomano, passaram a ser discriminados etnica e religiosamente. Existem poucas famílias no Brasil.



Grupo Sinti

Vieram para a Alemanha e Áustria ainda na Idade Média e dividem-se em dois grupos:
Eftagavaria (as sete caravanas)
Estraxaria (austríacos)

Existem poucas famílias no Brasil.

Elza Ghetti Zerbatto

Desejando a todos um fim de semana de muita paz, alegria e harmonia.
Abração com carinho
Optchá!


Fonte de pesquisa: www.embaixadacigana.org.br


imagem: https://pixabay.com























sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Acessórios usados na dança cigana






Boa tarde!


Vamos falar sobre alguns acessórios usados na dança cigana.


Punhal 










Alega-se que a dança do punhal esteja ligada ao elemento terra e ar e tenha a ver com limpeza de ambiente e corpo, porém isso não condiz com  a realidade da cultura e etnia cigana, mas sim foi inventado e é uma crença dos não-ciganos.
O punhal simboliza para os ciganos, masculinidade e virilidade e é utilizado no batismo do menino.


imagem: https://br.pinterest.com





Pandeiro
- O inverno no Leste europeu é deveras rigoroso e a neve branqueia todos os lugares.
Devido a isso as ciganas camponesas da Hungria e Rússia, para anteciparem a vinda da primavera, enfeitam-se com saias bem coloridas, e dançam felizes ao som do pandeiro todo ornado com fitas coloridas. Isso é uma maneira de dar cor a falta de vida originada pelo triste inverno.







imagem: https://br.pinterest.com




Leque (abanico) 
A dança feita com o leque tem origem na Espanha e era utilizada pelas ciganas deste país.
Fincou suas raízes na Andaluzia, tendo chegado na Europa no século XV com os comerciantes portugueses.








imagem: https://br.pinterest.com







Xale (mantón) 

As ciganas de Sevilla iniciaram o uso deste acessório ao dançarem o ritmo de soleá por buleria, com o intuito
de dar maior graciosidade, aos movimentos de braço nesse palo do flamenco.













imagem: https://br.pinterest.com






Notas de explicação tendo como fonte  de pesquisa a Wikipedia:

Palo é o nome das sub-classificações do flamenco.

Soleá é uma das formas básicas, mais importantes dos palos do flamenco.

Buleria  é um dos palos do flamenco mais festivos e rápidos próprios para o baile.


Desejando a todos um excelente fim de semana repleto de boas energias.

Optchá!

Abração com carinho

Elza Ghetti Zerbatto


Todas as informações aqui colocadas nesta postagem tem como fonte de pesquisa o site:
http://www.embaixadacigana.org.br





segunda-feira, 30 de outubro de 2017

A base dos valores ciganos: a família




















Bom dia amigos!
Vamos falar hoje sobre a base dos valores ciganos: a família
Tudo o que ocorre nela é decidido dentro do seio familiar.
O respeito aos mais velhos e sua sabedoria de vida, está sempre em primeiro lugar.
Aos homens é dada a responsabilidade de manutenção familiar através do trabalho, e cabe ás mulheres a educação dos filhos.
Não existe abandono de idosos independente da situação que for, e todos são cuidados e deveras respeitados.
Os idosos são sempre consultados, para qualquer solução de problemas por terem uma visão mais madura e sábia.
A chegada de uma criança ao mundo, é sempre muito comemorada entre as famílias, sendo um momento muito especial e sagrado para os ciganos.
O acolhimento e hospitalidade fazem parte de seus valores.
Tudo de sua cultura e valores, é reforçado e passado geração a geração, e ensinado aos mais jovens sempre da mesma maneira.
As crianças tem liberdade de expressão e movimento, e sempre estão, sob a supervisão de um adulto ou  familiar por perto.
Elza Ghetti Zerbatto


Desejando  a todos uma semana de muita paz e harmonia.
Abração com carinho
Optchá!


imagem: http://ciadosgifs.blogspot.com.br


segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Instrumentos musicais mais usados pelos ciganos.












,







 balalaica




alaúde







címbalos







Boa tarde!

A música, a arte e a poesia são presentes de forma intensa na vida do povo cigano.
É muito comum na cultura deste povo, saber tocar algum instrumento musical.
Nas festas ciganas, muitas vezes as mulheres dançam com pandeiros enfeitados de fitas coloridas.
Os instrumentos mais populares para os ciganos são: violão, guitarra, violino, contrabaixo, pandeiro, sanfona, tambor e castanholas.
Desde muito cedo as crianças convivem com a música, e aprendem com os mais velhos a tocarem algum tipo de instrumento.
Você sabia que o violão que hoje é um instrumento tão popular em nosso país, foi trazido para o Brasil no século XVI, pelos primeiros ciganos banidos vindos de Portugal?
Segundo o site https://www.sescsp.org.br há registros que comprovam isso em livros, como "Gabriela" de José Maria Velho da Silva de 1875, e também o livro "Os ciganos no Brasil" do médico e historiador Alexandre José de Melo Morais Filho, do ano de 1866.
Há citações desse fato também, no famoso livro "O Guarani" de José de Alencar, que confirma esta informação no capítulo XII com o título de Xácara (narrativa popular em verso):
" e aí no quarto de Cecília havia uma destas guitarras espanholas que os ciganos introduziram no Brasil quando foram expulsos de Portugal".
Observação: Quando veio para o Brasil era conhecido como guitarra, depois ficou popularizado com o nome de violão.
Há também entre os instrumentos tocados pelos ciganos, a Balalaica, o Alaúde e Címbalos, seguido o site  www.embaixadacigana.org.br
Balalaica - muito usado na Rússia
Alaúde - de origem árabe trazido para a Europa
Cimbalos - de origem muito antiga sendo citado na Bíblia
Elza Ghetti Zerbatto


Desejando a todos uma semana de muitas energias positivas.
abração com carinho



fontes de pesquisa:
https://www.sescsp.org.br
www.embaixadacigana.org.br
internet

imagens:
balalaica e alaúde: https://pt.dreamstime.com
címbalos: https://pinterest.com
cigana com pandeiro: ciadosgifs.blogspot.com.br





Um feliz ano novo a todos

Boa noite meninas! Passando para desejar um 2018 repleto de energias positivas e muitas realizações a todos. Tive uma perda...