segunda-feira, 22 de maio de 2017

Entrevista com a professora de Dança Cigana Sandra Morales







Estação Cigana: Olá Sandra!

1) Estação Cigana: Conte-nos um pouco sobre como você iniciou-se na Dança Cigana.
Sandra: Meu interesse começou pela minha descendência familiar..transmitir conhecimentos sempre foi uma meta para mim em todo e qualquer assunto e, na dança vejo a mais pura expressão de sentimentos e o histórico corporal.

2) Estação Cigana: Para você qual a importância da Dança Cigana no seu sentido mais amplo e no mais específico?
Sandra: Conhecer melhor essa cultura, pois ninguém melhor que os ciganos para nos ensinar sobre mudança, desapego e liberdade.
Mudar é difícil  e as vezes muito dolorido.Teoricamente sabemos que as crises fazem parte do processo de crescimento em qualquer nível -  "pela dor ou pelo amor".
E mais uma vez, os ciganos, os negros escravos, os índios, tal como qualquer povo com experiência em carências sociais e perseguições étnicas, dão um show de lições de superações.
Vejo esta dança o exemplo disso, liberdade de expressão e "externar" de sentimentos guardados, sendo que cada mulher tem o seu movimento individual e único.Trabalhar com os quatro elementos: terra, ar, fogo e água, como também limpeza energética. Como atuo como professora de Dança do Ventre também, trabalho com a experiência da libertação de sentimentos femininos por meio da dança.

3) Estação Cigana: Como você vê a situação da Dança Cigana hoje no Brasil e no mundo?
Sandra: No Brasil e no mundo vejo como uma prática crescente, porque mesmo fora dos "clãs" estão se desenvolvendo a dança, mesmo até por pessoas que nem contato com a cultura cigana em desenvolvendo as aulas em academias e escolas de dança.Vendo isso pelo lado positivo, apesar de ser uma cultura relativamente nova, segundo um estudo feito pela revista Current Biology, a diáspora dos ciganos começou há 1500 no Nordeste da Índia, junto á cultura que apesar de não passar a linguagem escrita, sua dança vem se apresentando de forma crescente.

4) Estação Cigana: Por que você recomenda a prática da Dança Cigana?
Sim, para todas as mulheres que sintam essa necessidade.. isto é, quem procura fazer dança cigana, são mulheres que sentem vontade de praticar esses movimentos e trabalhar essa energia magnífica que não é aparente, mas sim, sentida com a alma.


5) Estação Cigana: O blog Estação Cigana agradece sua participação e para finalizar deixe uma mensagem:
Sandra: Se você não teve a oportunidade de sentir a energia fluir pelas suas mãos.. Se você não deixou seu corpo girar num ritmo quente e forte, faça! Pois para termos a nossa opinião formada a respeito, precisamos viver essa sensação...
Beijos a todos. Optchá!.

Endereços para contato para aulas particulares e shows:
Estúdio de Dança Flavia Rodrigues
Estúdio de Dança Carla Lazazzera

Whats app: 11- 9 96539413

Foto selfie de Sandra Morales



3 comentários:

  1. Que legal a entrevista bem conduzida nas perguntas e as respostas legais! O recado final da Sandra foi tri! Gostei! Valeu! bjs às duas, chica

    ResponderExcluir
  2. Aplausos para essa entrevista maravilhosa, a qual nos deu acesso a mais um conhecimento da cultura cigana, uma cultura rica em ritmos, cores e saberes. Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Gratidão meninas pelas presenças e comentários.
    abração com carinho

    ResponderExcluir

Principais trabalhos ciganos

Boa noite! Vamos falar sobre os principais trabalhos que as diferentes etnias ciganas exercem. As principais ati...